9 de outubro de 2012

Prefeito eleito de Pocinhos é esfaqueado quando comemorava vitória. Confira!

O prefeito eleito de Pocinhos, Cláudio Chaves (PNM) Agreste paraibano a 158 km de João Pessoa se encontra internado no hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande. Ele foi esfaqueado na noite dessa segunda-feira, 8, quando comemorava sua vitória.

O acusado pelo atentado, que ainda feriu mais três pessoas, foi identificado e preso. Trata-se de Luiz Alexandre dos Santos, 32 anos que foi levado para a Central de Polícia de Campina Grande, onde foi autuado em flagrante.

A tentativa de homicídio contra o prefeito eleito aconteceu logo após Cláudio Chaves acabar seu discurso e quando descia do trio elétrico um correligionário disse ao prefeito que estava ferido e, nesse momento, Cláudio foi agredido com duas facadas. Outras duas pessoas também foram feridas, inclusive um adolescente de 14 anos.

A multidão que estava na praça central da cidade correu, enquanto que policiais, que haviam recebido informações sobre o agressor, saiu em perseguição e conseguiu prender Luiz Alexandre. As vítimas foram socorridas para o Hospital de Trauma apenas uma foi atendida e liberada. O estado de saúde de Cláudio Chaves que obteve 45% dos votos dos eleitores de Pocinhos é considerado regular.

O acusado, Luiz Alexandre, na Central de Polícia campinense, tentou justificar a agressão alegando que havia discutido com um membro da banda que fazia a festa.

Cláudio Chaves não descarta a hipótese de motivação política para a tentativa de homicídio. Na sexta-feira, durante o comício de encerramento da campanha eleitoral um irmão do candidato do PNM também foi agredido.

O prefeito eleito de Pocinhos obteve 45% dos votos dos eleitores. Ele concorreu com o tucano Arthur Galdino, que obteve 45% dos votos.

wscom | Edição Matureia1.com