27 de setembro de 2012

Fim da greve: Bancários voltam ao trabalho nesta quinta-feira. Confira!

Após nove dias de paralisação nacional, os funcionários do Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e da rede privada aceitaram a proposta da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) e aprovaram, por unanimidade, o fim da greve. Apenas os servidores do Banco do Nordeste (BNB) rejeitaram a proposta e seguem em greve. Na Paraíba, quatro mil bancários deflagraram greve no último dia 18.

Na assembleia geral extraordinária com os bancários da base do Sindicato dos Bancários da Paraíba (SEEB/PB), em João Pessoa, a categoria aceitou o reajuste salarial de 7,5%, o aumento de 8,5% no piso salarial e nos auxílios-refeição e alimentação; além do aumento de 10% para a parcela fixa da Participação nos Lucros e Resultados (PLR), assim como dos tetos da regra básica e do adicional.

Para o presidente do Sindicato dos Bancários da Paraíba, Marcos Henriques, as conquistas dos bancários ainda estão longe da realidade do mercado, entretanto, as circunstâncias não permitiam o prolongamento do movimento grevista. “Os servidores do BNB têm algumas reivindicações específicas, a exemplo da reformulação do plano de cargos, carreira e salários, que ficou de fora das negociações e por isso consideraram a proposta insuficiente”, explicou Marcos Henriques.

Em Campina Grande, os funcionários de bancos públicos e privados também decidiram retornar ao trabalho a partir de hoje.

Segundo o presidente do Sindicato dos Bancários de Campina Grande e Região, Rostand Lucena, os dias de greve não serão descontados, mas serão compensados em até duas horas por dia, de segunda a sexta-feira, até o dia 15 de dezembro e, assim como nos anos anteriores, eventual saldo após esse período será anistiado.

Luzia Santos | Edição Matureia1.com