7 de julho de 2012

Morre o Poeta Ronaldo Cunha Lima; Paraíba de Luto.

Faleceu, às 09h30, deste sábado (07), no apartamento dele, no bairro de Tambaú, em João Pessoa, onde estava sendo submetido ao tratamento de câncer no pulmão, o poeta e político Ronaldo Cunha Lima . A comunicação foi feita através de seu filho, o senador Cássio Cunha Lima, através do Twitter, com a seguinte mensagem: 


- Os Poetas não morrem! O Poeta Ronaldo Cunha Lima, após uma vida digna, descansou – informou CCL.

Filho de Demóstenes da Cunha Lima e de Francisca Bandeira da Cunha Lima, conhecida como Dona Nenzinha, Ronaldo casou com Maria da Glória Rodrigues da Cunha Lima e teve quatro filhos: Ronaldo Cunha Lima Filho, Cássio Cunha Lima, Glauce Cunha Lima e Savigny Cunha Lima.

Ronaldo foi o político que mais ocupou cargos públicos na Paraíba, nunca perdendo nenhuma disputa direta.

Apaixonado pela língua portuguesa, ele foi autor de vários livros, sendo membro titular da Academia de Letras de Campina Grande e da Paraibana.

Durante o Regime Militar, Ronaldo foi cassado da Prefeitura Municipal de Campina Grande e exilado do Estado em 1969, só retornando à Paraíba em 1982, quando disputou e venceu as eleições, sendo reconduzido à Prefeitura de Campina Grande.

Após a experiência como gestor municipal, se candidatou a governador do Estado em 1990, exercendo o mandato por quatro anos. Em seguida, foi eleito senador no ano de 1994, e deputado federal em 2002.

Em 2006, foi reeleito deputado federal, este que seria o seu último mandato político, que não chegou a ser concluído por escolha do próprio Ronaldo, que renunciou ao mandato em outubro de 2007.

| Edição Maturéia1