23 de outubro de 2012

Maranhão faz desabafo sobre sua exclusão da liderança do PMDB da Paraíba. Confira!

Enfrentando o mesmo problema vivido por Cássio, à época em que o tucano ficou sem mandato e de certa forma desprestigiado, o ex-governador José Maranhão agora sofre com os questionamentos e a exclusão por parte dos aliados peemedebista, que contestam a sua liderança a frente do PMDB da Paraíba.

Demonstrando mágoas por literalmente ter sofrido um golpe dos correligionários, que resolveram bater chapa com o ‘mestre de obras’ para tomar o comando do PMDB no Estado, Maranhão desabafou:

“Enquanto eu estava ganhando a eleição ninguém questionava ou contestava a minha participação, agora a historia é outra”.

Quando questionado se consideraria uma traição o fato do ex-senador Wilson Santiago ter lançado uma chapa ao lado dos deputados Manoel Junior, Gervasio Maia e outras lideranças para assumir o comando do partido na Paraíba, Maranhão não hesitou: “Não quero dizer essa palavra traição, mas é o que muita gente está falando”, lamentou.

Em tom emblemático, Maranhão ainda analisou o atual momento que está vivendo, sem mandato e ‘golpeado’ por aliados: “Em política tem que se conhecer a natureza humana”, finalizou.

A entrevista de José Maranhão foi concedida a jornalista Mislene Santos, da Rádio Correio Sat.

PB Agora | Edição Matureia1.com