30 de janeiro de 2012

Senador Paraibano Cobra Melhorias nos Serviços de Telefonia Móvel que Prestam Serviços de 'Má Qualidade'

O senador Vital do Rêgo (PMDB-PB) que é conhecido por ser um político preocupado com as causas sociais, sempre interessado na participação e na opinião da população em relação ao seu mandato e suas ações parlamentares, cobrou publicamente explicações da operadora de telefonia móvel OI sobre os precários serviços prestados aos paraibanos.

Vital que é titular da Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle – CMA do Senado relatou que são inúmeros os casos em que os consumidores deixaram claro que a situação da telefonia fixa e móvel no Estado é séria e precisa ser encarada com seriedade para o bem da população local.

O parlamentar afirma que a pane a apresentada nos serviços oferecidos pela empresa OI ocorrida na última quinta-feira (26), ocasionou dificuldades no completamento de chamadas de telefonia móvel para clientes na Paraíba, como foi o caso da empresaria campinense Maria José Pereira, 50 anos proprietária de um restaurante que perdeu mais de vinte encomendas que devido à pane no seu celular. “A empresa deve satisfações à população e a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), pois pode vir a ser multada em até R$ 6 milhões, com base no Código de Proteção e Defesa do Consumidor”, disse.

Vital do Rêgo lembra que atualmente segundo dados do Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal (SINDITELEBRASIL) existem cerca de 205 milhões de aparelhos celulares no país. “È um aumento incrível, acima de qualquer expectativa. E isso exige maiores investimentos no setor para que os consumidores tenham um atendimento de qualidade”, defendeu o senador.

Para o peemedebista uma alternativa para melhorar a qualidade dos serviços pode vir dos recursos do Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações (Fust). Uma vez que já foram contabilizadas reservas no valor de R$22 bilhões, valor proveniente do 1% que as operadoras pagam sobre o faturamento.

Mercado paraibano - Em 2011, a Paraíba bateu recorde no número de acessos na telefonia móvel, com 819,3 mil novas habilitações. A Tim fisgou 285,4 mil clientes (34,83% dos novos consumidores) e terminou o ano com 1,352 milhão de celulares, consolidando a vice-liderança do mercado paraibano.

Em segundo lugar na conquista de novos acessos ficou a Oi com 217,8 mil hablitações (26%) o que levou a empresa a encerrar o ano com 1,533 milhão de celulares (16,56% a mais que o ano anterior).

Colada na Oi ficou a Claro que ativou no ano passado 216,2 mil celulares e fechou o ano com mais de 1,039 milhão de acessos (+26,27%). Em 4º lugar, ficou a Vivo. A operadora ganhou 99,8 mil clientes e encerrou o ano com 304,6 mil celulares (+48,75%). A Paraíba fechou 2011 com 4,229 milhões de habilitações ativas, alta de 24,02%.

Edição Maturéia1